Jair Messias Bolsonaro é eleito o novo presidente do Brasil

Com discurso conservador, candidato do PSL alcançou 55% dos votos válidos (mais de 57 milhões) e superou Fernando Haddad (PT).

Jair Messias Bolsonaro é eleito o novo presidente do Brasil 

Jair Messias Bolsonaro é eleito o novo presidente do Brasil 

Jair Messias Bolsonaro é eleito o novo presidente do Brasil 

Jair Messias Bolsonaro é eleito o novo presidente do Brasil 

Jair Messias Bolsonaro é eleito o novo presidente do Brasil 

 Bolsonaro esteve na cadeira da Câmara em Brasília desde a década de 1990
Hoje Bolsonaro é eleito presidente do Brasil


Jair Messias Bolsonaro (PSL), de 63 anos de idade, é o novo presidente da República Federativa do Brasil. O resultado foi confirmado às 19h18 pela Justiça Eleitoral após a apuração de 94,4% das urnas apontarem que o candidato obteve 55,5% dos votos válidos, contra 44,4% de seu adversário, o candidato Fernando Haddad (PT). Com 100% dos votos contabilizados, Bolsonaro ficou com 55,1% e Haddad, 44,8%.

Bolsonaro é eleito presidente com mais de 57,7 milhões de votos, contra 47 milhões de Haddad. Brancos e nulos somaram 9,5% na votação deste domingo, que teve ainda abstenção superior a 31,3 milhões de eleitores (21% do total habilitado a votar em todo o País).

"Meu muito obrigado pelo apoio, pela consideração, pelas orações e pela confiança. Vamos juntos mudar o destino do Brasil. Sabíamos para onde estávamos indo, e sabemos para onde queremos ir",  disse Bolsonaro em transmissão feita pelas redes sociais logo após a confirmação do resultado da votação. 

Bolsonaro (PSL), que tem como vice o General Antônio Hamilton Martins Mourão (PRTB), já havia sido o mais votado no primeiro turno, no último dia 7/10/2018, quando obteve pouco mais de 46,8% dos votos válidos, contra 28% do candidato do PT.

Bolsonaro o novo presidente deve viajar ainda hoje para Brasília . Isso porque, de acordo com a Constituição Federal, a segurança do presidente brasileiro é de responsabilidade do Gabinete de Segurança Instituicional (GSI) e, em sua casa no Rio de Janeiro, o candidato não estaria seguro. 

Nascido em 21 de março de 1955, na cidade de Glicério (SP), no interior de São Paulo, Bolsonaro construiu toda sua carreira política no Rio de Janeiro (RJ). Ele serviu ao Exército Brasileiro de 1977 a 1988 quando se aposentou como capitão para assumir o cargo de vereador pela capital fluminense, eleito, na época, pelo Partido Democrata Cristão (PDC).

Dois anos depois, nas eleições de 1990, o ex-militar foi eleito deputado federal pelo mesmo partido e desde então não saiu mais da Câmara dos Deputados, sendo eleito em mais quatro eleições consecutivas. Bolsonaro, portanto, tem 30 anos de vida pública, mas sempre ocupou cargos no legislativo, sendo as eleições 2018 a sua primeira para um cargo executivo.

Bolsonaro chega ao Palácio do Planalto após conquistar um eleitorado identificado com ideais de direita e conservadores. Sob o lema "Brasil acima de tudo e Deus acima de todos", o deputado federal apostou em discursos em defesa da família, da fé, e de combate à corrupção, defesa da soberania nacional, contra ideologia de gênero, contra doutrinação política-ideológica nas escolas, contra o kit-gay, defesa da lava-jato, contra a lei da migração, contra os abusos na lei Rouanet, a favor do armamento e à criminalidade para chegar à Presidência.

Bolsonaro é eleito 42º presidente do Brasil, o oitavo eleito desde a redemocratização do País. Ele subirá a rampa do Palácio do Planalto em janeiro, quando tomará posse no lugar de Michel Temer (MDB) para dar início ao seu mandato, que vai até o dia 31 de dezembro de 2022.

JORNAL O BANDEIRANTE  



Comentários